Tempo de internação hospitalar relacionado à fisioterapia respiratória no pré-operatório de cirurgia cardíaca eletiva

Sarita Colasanto Olmos, Breisa Maria Granço, Solimara Pires de Oliveira, Luciana Castilho de Figueiredo, Ana Beatriz Sasseron, Andréa Luciana Cardoso, Ana Paula Aguiar

Resumo


Objetivo: Comparar os dias de internação hospitalar entre pacientes submetidos à cirurgia cardíaca eletiva que realizaram fisioterapia pré-operatória com aqueles que não realizaram a fisioterapia neste período. Método: A pesquisa foi composta por 56 pacientes submetidos à cirurgia cardíaca eletiva, que foram avaliados quanto aos fatores de risco pré-operatório e a realização da fisioterapia, sendo divididos em três grupos: grupo A – 16 pacientes que realizaram fisioterapia pré-operatória na Clínica-Escola da UNIARARAS; grupo B – 30 pacientes que realizaram fisioterapia em outro local e grupo C – 10 pacientes que não realizaram a fisioterapia. Resultados: Os resultados mostraram que os pacientes dos grupos A (7,25 ± 2,11 dias) e B (8,06 ± 4,02 dias) obtiveram média do tempo de internação menor quando comparados com o grupo C (9,1 ± 4,65 dias). Conclusão: Pacientes submetidos à cirurgia cardíaca eletiva que receberam fisioterapia no pré-operatório obtiveram tempo de internação menor quando comparados com aqueles que não realizaram a fisioterapia.

Palavras-chave


Fisioterapia respiratória; cirurgia cardíaca; pré-operatório

Texto completo:

PDF

Referências


Cavalheiro LV, Chiavegato LD, Santos MC. Fisioterapia respiratória em condições especiais. In: Knobel E. Condutas no paciente grave.

ª ed. São Paulo: Atheneu; 1998, vol 2, cap 133, p. 1611-8.

Gun C, Bianco ACM. Pós-operatório de cirurgia cardíaca: cuidados gerais. In: Timerman A, Sousa JEMR, Piegas, LS. Urgências cardiovasculares. 2ª ed. São Paulo: Sarvier; 1996, cap 33, p. 341-9.

Romaldini H, Bogossian M, Afonso JE. Risco cirúrgico do pneumopata. In: Knobel E. Condutas no paciente grave. 2ª ed. São Paulo: Atheneu; 1998, vol 2, cap 78, p. 995-1004.

Umeda IIK. Manual de fisioterapia na cirurgia cardíaca. São Paulo: Manole; 2003: 140.

Leguisano CP, Kalil RAK, Furlani AP. A efetividade de uma proposta fisioterapêutica pré-operatória para cirurgia de revascularização do miocárdio. Rev Bras Cir Cardiovasc 2005;20(2):134-41. http://dx.doi.org/10.1590/S0102-76382005000200008

Base de dados populacionais 2001. Disponível em: http://www.datasus.gov.br. Acesso em 2 de setembro 2006.

Da Luz PL, Cesena FHY. Prevenção da doença coronariana. Rev Soc Cardiol Estado de São Paulo 2001;11:3-21.

Saad IAB, Zambon L. Variáveis clínicas de risco pré-operatório. Rev Assoc Med Bras 2001;47:117-24. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302001000200029

Fernandes CR, Ruiz Neto PP. O sistema respiratório e o idoso: implicações anestésicas. Rev Bras Anestesiol 2002;52:461-70. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942002000400011

Carneiro G, Faria AN, Ribeiro Filho F, Guimarães A, Lerário D, Ferreira SRG, Zanela MT. Influência da distribuição da gordura corporal sobre a prevalência de hipertensão arterial e outros fatores de risco cardiovascular em indivíduos obesos. Rev Assoc Med Bras 2003;49:306-11. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302003000300036

Barbosa RAG, Carmona MJC. Avaliação da função pulmonar em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca com circulação extracorpórea. Rev Bras Anestesiol 2002;52:689-99. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-70942002000600005

Bluman LG, Mosca L, Newman N, Simon DG. Preoperative smoking habits and postoperative pulmonary complications. Chest 1998;113:883-9. http://dx.doi.org/10.1378/chest.113.4.883

Nakagawa M, Tanaka H, Tsukuma H, Kishi Y. Relationship betweed the duration of the preoperative smoke-free period and the incidence of postoperative pulmonary complications after pulmonary surgery. Chest 2001;120:705-10. http://dx.doi.org/10.1378/chest.120.3.705

Zaslavsky C, Gus I. Idoso. Doenças cardíacas e comorbidades. Arq Bras Cardiol 2002;79:635-9. http://dx.doi.org/10.1590/S0066-782X2002001500011

Mello CS. A eficácia da cinesioterapia preventiva no pré-operatório de revascularização do miocárdio. Rev Socerj 2003;16:434.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.